Como organizar o intercâmbio (expectativa x realidade)

05 agosto 2015



Olá pessoal, tudo bem?!
Hoje o post vai ser sobre dicas de organizar um intercâmbio e de como foi a minha organização (a falta dela na verdade, haha).
A primeira parte desse post é sobre a minha falta de organização nessa viagem, que no caso é a realidade e depois vou dar dicas de como se organizar da forma certa, que é a expectativa.
MINHA EXPERIÊNCIA:
Tudo na minha vida acontece do acaso, e quanto eu menos espero vem uma baita surpresa (que nesse caso foi boa). Estava levando a minha vida normal, trabalhando, fazendo faculdade e um belo dia meu namorado me fala: "Amor, eu quero morar nos EUA. Vamos??" e eu simplesmente falei "VAMOS!" (mentira gente, foi um processo difícil para decidir largar tudo e ir embora)  e nesse mesmo dia fui procurar uma escola para estudar inglês, e no dia seguinte já entrei em contato com a escola para pedir informações de matrículas, vistos e valores. Em 1 semana fechamos com e escola e fomos correr atrás da documentação para fazer o visto, que foi uma mega correria. Nesse meio tempo tive que trancar a matrícula na minha faculdade, dar a notícia para minha família (foi a parte mais complicada), pedir demissão, avisar aos amigos, UFA... Muita coisa para fazer em pouco tempo. Começamos a procurar a escola em abril e as aulas começavam em agosto/15, resumindo tínhamos 3 meses para absolutamente TUDO! Eu não tinha nem passaporte para vocês terem noção dessa loucura. Por ajuda de Deus, por sorte e por muito esforço consegui resolver toda a parte da documentação em 1 mês e meio, fiz passaporte, I-20 e consegui o visto.
O problema maior nessa correria era a questão do dinheiro, porque eu fui pega de surpresa e a documentação é super cara, e como eu que pagava minha faculdade, tive que trancar as pressas para usar o dinheiro para isso. Além de tudo isso, tive que juntar todos os meus tostões para trocar por dólar e levar, pois vamos alugar casa e temos que mobiliar, comprar comida, carro, etc...
Eu realmente não aconselho essa loucura que nós fizemos, pois a chance de dar errado é muito grande. Pra vocês terem noção da correria eu só consegui passagem pro dia 02 de agosto e as aulas começam no dia 03 (agosto). Ou seja gente, isso que eu fiz foi uma loucura total!!!!

Agora vou dar as dicas certas, de organização para quem tem planos de fazer um intercâmbio futuramente.

O primeiro passo é planejar a data, e qual o tempo de duração do seu intercâmbio, porque a partir daí você consegue pensar em tudo mais, sobre a documentação necessária, onde vai morar, qual escola fazer, e o principal que é o dindin. O jeito ideal é começar a organizar pelo menos 1 ano antes, acho que é um tempo suficiente de organizar a documentação e levantar a quantia necessária. Existem 2 formas de se fazer qualquer tipo de viagem, por empresas especializadas ou por conta própria. Estou fazendo a minha por conta própria e pesquisei bastante sobre isso na internet, porque fazer viagem com empresa especializada geralmente sai mais caro, e as vezes nem vale tanto a pena, como no meu caso. Eu acho que tem que dar as caras e se virar, a internet tá aí pra isso!
Depois de ter o básico planejado, tem que ir atras da escola e da documentação necessária. A escola que eu escolhi dá um bom suporte nesse sentido, tudo o que eu precisava eles me ajudavam e isso foi super importante. Vá procurando passagem aérea o quanto antes, porque fica mais caro quando comprado na véspera da viagem, além de pesquisar se vale a pena ficar na casa de alguém ou alugar um casa, como você vai se locomover durante o tempo de intercâmbio, porque em Orlando, por exemplo, o transporte público é precário e precisaremos de um carro o tempo todo, agora se você planeja ir para uma cidade mais urbana, como Nova Iorque o transporte público é o ideal. Precisa também levantar a quantia necessária para ficar no país desejado, pois tudo isso conta na hora de obter o visto. Suas contas devem ter, basicamente:
- Mensalidade da escola 
- Moradia
- Alimentação
- Transporte
- Saúde (em alguns lugares é obrigatório ter seguro saúde de vigem)
- Lazer (menos importante)
Você tem que calcular tudo isso baseado no tempo que você pretende ficar no país, e isso é super importante, pois (pelo menos nos EUA) quem tem visto de estudante NÃO PODE TRABALHAR, e precisa ser "bancado" (por alguém ou por si próprio) todo o tempo de permanência.
As dicas são basicamente essas pessoal, as palavras chaves são organização e pesquisa. Fiquem ligados nos próximos posts, pois vou explicar como faz para conseguir visto de estudante para os EUA, e como foi o meu procedimento. Estou postando toda a minha nova rotina no Snapchat, me acompanhem por lá: camillibrito.

Me acompanhem no Instagram: @camillibrito
Curtam a Page no blog no Facebook e veja em primeira mão as postagens: Espaço da Beauté


Mil Beijos <3






Nenhum comentário

Postar um comentário

Comentem aqui, amores <3

© Espaço da Beauté - Todos os direitos reservados.
Criado por: Camilli Brito.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo